Bê-á-bá BRASIL

Sinopse

O espetáculo Bê-a-bá BRASIL: Memória, Sonho e Fantasia, discorre livremente sobre o tempo, deslizando do século XVI ao XXI para falar de um Brasil em contínua formação de identidade e levantar a seguinte questão: existe um “Brasil brasileiro”? Até que ponto sucumbimos, deglutimos, digerimos, transformamos e regurgitamos toda a massa de informações, desejos e sonhos que permeiam nosso cotidiano sob o rótulo de progresso, modernidade e de inserção sócio-cultural? O mote do espetáculo é o quadro Abaporu (O Homem que come – 1928) de Tarsila do Amaral marco do modernismo brasileiro como uma pintura híbrida justapondo a arte modernista francesa do início do séc. XX e o imaginário folclórico do Brasil. Cenicamente reforçamos o sagrado e o profano a partir de uma topografia antropofágica com personagens iconográficos, símbolos intercambiáveis, e um cenário móvel delineando uma paisagem brasileira de sons, imagens e movimentos repletos de memória, sonho e fantasia. O espetáculo faz também uma homenagem aos 30 anos de atividades do Grupo Oficcina Multimédia através da utilização de elementos cênicos de outras montagens, numa proposta de reconfiguração cênica que pretende reforçar a própria identidade cultural do grupo e sua pesquisa de linguagem multimeios.

Fotos

Layza Vasconcelos-0427Layza Vasconcelos-0433Layza Vasconcelos-0438Layza Vasconcelos-8684Layza Vasconcelos-8888Layza Vasconcelos-8931Layza Vasconcelos-8965Layza Vasconcelos-8974

Ficha técnica

Direção, Roteiro, Concepção Cenográfica e Figurino
Ione de Medeiros

Assistência de Direção
Jonnatha Horta Fortes

Elenco
Diego Krisp
Escandar Alcici Curi
Fábbio Guimarães
Fabrício Trindade
Henrique Mourão
Jonnatha Horta Fortes
Lúcio Honorato
Vinícius de Sá Monteiro

Assessoria de Movimentação Cênica e Coordenação de Preparação Corporal
Mônica Ribeiro

Preparação Corporal
Jonnatha Horta Fortes

Trilha Sonora
Paulo Beto

Projeto Gráfico
Adriana Peliano

Iluminação
Davi de Brito Alves

Assistência de Iluminação
Francisco Cesar